Polícia Ambiental apreende mais de dois mil metros de rede no Rio Irani

Material foi encontrado na água durante um trabalho de fiscalização entre os municípios de Arvoredo e Chapecó

Por Redação Oeste Mais

16/01/2018 10h06 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Rede foi apreendida no Rio Irani, em trecho entre Arvoredo e Chapecó (Fotos: Divulgação)

Uma ação deflagrada durante o final de semana resultou na apreensão de aproximadamente dois mil metros de rede de pesca no Rio Irani. O trabalho foi conduzido pela Polícia Militar Ambiental no final da tarde de sábado, dia 16, entre os municípios de Arvoredo e Chapecó.

 

Conforme o sargento Clademir Padilha, o crime foi flagrado por acaso por uma guarnição que voltava de operação no município de Seara. "A gente estava retornando para Chapecó quando vimos um grupo de pessoas trabalhando para esticar uma rede, próximo da ponte sobre o rio Irani. Ao perceberem a viatura, todos fugiram para o mato", disse, conforme reportou a Rádio Aliança.

 

Ações desta natureza fazem parte da programação da Polícia Militar Ambiental no período da Piracema, que segue até o próximo dia 31 de janeiro. A pena prevista para quem for flagrado é de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas acumuladas. Já o Decreto Federal 6.514/08 prevê sanção administrativa, que pode ser multa de R$ 700 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de produto da pescaria.






COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.