Polícia Civil de Chapecó apreende arsenal de armas de fogo e motocicleta roubada

Dois homens foram presos

Por Oeste Mais

20/02/2013 18h33 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Depois de algumas semanas investigando suspeitos envolvidos com a venda de armas de fogo na região de Chapecó, a Polícia Civil, através da 3ª Delegacia de Chapecó, prendeu em flagrante Nilson Gonçalves, 43 anos, vulgo “Tuta”, e Elizeu Pereira Nunes, 19 anos. Eles foram presos por porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito, posse ilegal de arma de fogo e receptação de veículo. A prisão ocorreu nesta terça-feira, dia 19, no Bairro Jardim do Lago, em Chapecó.


Segundo o que a equipe apurou, os suspeitos eram apontados como comerciantes de armas de fogo de diversos calibres, as quais eram guardadas em sua grande maioria no interior de Guatambú (SC), onde reside a mãe de “Tuta”, e revendidas em Chapecó e toda região. Logo após levantamento pela Polícia Civil que havia uma motocicleta que poderia ser roubada na casa dos suspeitos, os policiais se deslocaram ao local para averiguar a informação. Um dos suspeitos, que estava na janela da frente da residência, vendo os policiais, tentou se desfazer de um revólver, jogando-o pela janela em uma vegetação na frente da casa.


Após esta situação, os policiais abordaram a dupla e realizaram buscas na residência, encontrando diversas armas. Foram apreendidos dois revólveres calibre .38 com a numeração suprimida, municiados com carga completa, diversos cartuchos de calibre .38 e .22, cartuchos deflagrados de espingarda calibre .12 e de revólver calibre .22, além da motocicleta Honda 250 Twister, roubada há alguns dias, em Chapecó.


Mais armas foram encontradas na casa da mãe de “Tuta”, onde havia suspeita da maioria do arsenal de armas estar armazenado. Foram apreendidos mais dois revólveres – sendo um calibre 32 e outro calibre 38 –, um rifle calibre 22, com silenciador e luneta, e uma espingarda calibre 28, assim como munição calibre 22, de 765, 38 e diversos cartuchos de espingarda. Além disso, foi encontrado, enterrado nos arredores da propriedade rural, e apreendido vasto material para recarga de cartuchos, como pólvora, chumbo e espoleta.



COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.