Todas as mentiras que já te contaram - parte 2

Por Samara dos Santos

13/11/2019 09:22 - Atualizado em 13/11/2019 09:23



(Foto: Pixabay)

Olá meu bem, tudo bem?

 

Eu tardo, mas não falho. Depois de bombar mensagens sobre a coluna da semana passada, vou te contar mais uma cambada de coisas que te enganaram.

 

Começando com o que ficou pendente na última coluna, o sal marinho. Então, não é bem uma mentira, na verdade é só o óbvio mesmo, porque 99,999999% do sal no Brasil vem do Rio Grande do Norte, então chamar de sal marinho é só te vender o óbvio. Aliás, não existe só o sal marinho, tá? Existe o sal de rocha que é retirado de minas subterrâneas, resultantes de lagos e mares antigos que secaram.

 

Aqui no Rio está na moda o pão de fermentação “natural”. Que nada mais é do que aquele pão caseiro com fermentação lenta e fermento selvagem, daqueles que a gente cria com amor e carinho em casa, para os chiques pode chamar de levain. Então... toda fermentação é natural. Ela é um processo feito com bactérias e fungos. E caso você tenha um fermento caseiro que você alimenta frequentemente a probabilidade dele possuir coliformes fecais é altíssima.

(Foto: Pixabay)

Ainda falando de pão, não vem me falar que você tira a fatia do pão mofado e come o resto, porque Pasteur tá se remexendo no túmulo toda vez que tu faz isso. Dói, mas tem que jogar TUDO fora. Muitos desses fungos produzem toxinas muito perigosas de serem ingeridas, você pode ter tido sorte a vida inteira, mas uma hora isso pode dar um baita problema.

 

Do pão do café da manhã a gente vem para o churrasco de domingo. Você gosta daquela carne mal passada que o sangue escorre? Então, o que escorre não é sangue... é água com mioglobina (que dá a cor avermelhada) e o correto é sempre aguardar uns minutinhos antes de cortar a carne e servir para que esse líquido se equilibre dentro da peça e não escape.

(Foto: Pixabay)

Para finalizar vou jogar duas afirmações que talvez você fique com um pouco de nojo, mas nada de nutrir nojo por comida, em?! O mel é o vômito da abelha e o ovo é a menstruação da galinha. Joguei e saí correndo! hahaha

 

Agora me conta aqui o que você não sabia? O que você gostaria de saber? E mais importante, comenta aqui embaixo sugestões de temas para as próximas colunas, quem sabe a próxima não é sobre o que você sugeriu?


Samara dos Santos

Colunista

26 anos e carioca. Gastrônoma de formação, mas confeiteira por amor. Trabalhou em vários eventos de confeitaria pelo país e com chefs internacionalmente reconhecidos. Está aqui para falar de gastronomia e alimentação de forma simples e descomplicada.

sahmrsantos@gmail.com


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.