Sobrecarga de informações

Por Jaime Folle

07/03/2019 21:40



A sobrecarga de informações, tem paralisado muitas pessoas nestes novos tempos. Somos bombardeados diariamente com tanta informação que muita gente, não sabe mais quem seguir ou ouvir e bloqueiam de forma dramática sem saber que rumo tomar.

 

Ou é um e-mail novo que chegou, uma mensagem de WhatsApp ou um comentário em uma rede social, ou algum colega que chamou em um aplicativo. Isso tudo está levando muitos a se perderem no dia a dia e além de perder muito tempo com distrações paralelas oriundas de várias fontes ao mesmo tempo que são sem dúvida o maior vilão da produtividade atualmente. 

 

O excesso de informação está levando uma legião de pessoas a era da distração, sair do foco e perdendo a noção do tempo e do relacionamento com outros seres humanos. É comum ver o celular ter mais importância do que uma conversa física com alguém. Ou estar conversando com outra pessoa e olhando no celular.

 

Por mais que os cérebros de jovens adestrados na tecnologia consigam fazer as duas coisas ao mesmo tempo, não tira o descontentamento de quem está disposto a receber sua atenção olho no olho, e pior que isso acaba afetando outros que estão próximos e que também gostariam de uma maior atenção.



Pesquisas recentes têm mostrado um profundo descontentamento de clientes por parte da distração dos vendedores e muitos casais se desentendendo por ter um concorrente maior do que o relacionamento a dois que é o celular como amante número três.

 

Os memes falsos, as redes sociais e nossos próprios contatos se encarregam diariamente de fazer com que algo muito sério vai acontecer nos próximos anos com a comunicação entre as pessoas. A concentração já está prejudicada pelo constante recebimento de informações de entretenimento pois esse fluxo causa um estímulo que provoca a excitação e a liberação de dopamina no nosso organismo, pois o malabarismo que se faz para atender ao mesmo tempo celular, Messenger, WhatsApp, E-mails, Sms, faz com que as pessoas mudem a sua forma de lidar com a intensidade de contextos. Sendo que alguns já estão ao ponto da loucura.

 

Uma boa reflexão para  começar o período da semana santa, pois vamos fazer um esforço nos próximos quarenta dias para colocar nosso cérebro em sintonia fina com Deus.

 

Até a próxima.


Jaime Folle

Colunista

Formado em empreendedorismo, é um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Está na área desde 2005. É também escritor de vários livros.

jaimefolle@jaimefolle.com.br


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.