O preço da dor

Por Fernando Luiz Rosar

17/11/2018 08:43 - Atualizado em 17/11/2018 08:43




Dores Crônicas podem ter o papel de esconder, manter congelada uma emoção que ainda não se expressou. Como exemplo, o jovem que viu um parente ser atingido no rosto, desenvolveu dores no mesmo lado do rosto tempos depois e não havia feito a correlação entre o evento com a dor que sentia.

 

Claro que é SEMPRE importante lembrar: a dor é uma forma de alerta do corpo e ter o acompanhamento médico é fundamental. A hipnose pode ser muito eficaz no lidar com o sentimento que GERA a dor, amenizando-a e até mesmo, eliminando-a.


Fernando Luiz Rosar

Colunista

Bacharel em Administração, especialista em Parapsicologia e Psicologia Organizacional, Practitioner em PNL, Hipnoterapeuta, Acupressão. Agradam-me os temas voltados ao comportamento humano e as abordagens que promovam transformações na vida das pessoas. Afinal, #TransformarVidasPositivamente é mais que um slogan, é um propósito de vida.

contato@fernandoluizrosar.com.br


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.