Martírio dos tempos modernos

Por Jaime Folle

27/10/2018 16:54


“A sociedade está em crise porque os líderes morais, que poderiam dar uma orientação às pessoas, estão calados. Alguém tem de pagar o preço de falar”. Mesmo sabendo que, ao falar, a pessoa vai sofrer o martírio dos tempos modernos, como o papa Bento XVI descreve com muita clareza, até porque ele mesmo é vítima desse processo.

 

O que é o martírio dos tempos modernos? E que forma se usa hoje para martirizar e calar as pessoas? Como se cala a boca das pessoas nos dias de hoje, sem uso de facas, flechas, armas? Bento XVI escreveu que o martírio dos tempos modernos é usar com maldade as redes sociais para caluniar, intrigar uns com os outros, pregar desunião, jogar mentira nas redes sociais como se fossem verdades e fazer o povo desacreditar até na sua própria capacidade. É o uso da inteligência digital para a maldade e martírio de muitos líderes honestos e batalhadores do bem maior.

 

O martírio atual inicia com movimentos de alguns intelectuais com interesses exclusos de uma pequena minoria com grande capacidade tecnológica, que usam com Inteligência as redes sociais, tipo a internet e seus segmentos para ludibriar a sociedade com perspectivas de revanche e sofrimento aos “inimigos”, como forma de satisfação coletiva, algo como um entorpecimento social, que atende, a partir do plano coletivo, às perversidades cultivadas individualmente através da rede, e que guardam sua genealogia na formação ancestral do nosso povo.



Assim como falou James Walker, porém o castigo logo virá, pois o povo sempre segue ideias milagrosas de salvação da humanidade, apoiando estes manipuladores disfarçados de heróis, que sempre surgem em meio à sociedade, sendo que no passado usavam suas lanças, espadas e tanques de guerra. Hoje basta usar um celular e montar uma rede estratégica para provocar um verdadeiro estrago, milhões de vezes maior que faria um tanque ou um exército armado.

 

A sociedade brasileira ainda é uma sociedade despreparada para enfrentar esta nova forma de martírio, usada pelos líderes da inteligência digital. A cada tempo estamos caindo para um lado e depois para o outro, somos levados conforme os interesses de domínio, onde a TV já não é tão eficaz para dominar quanto as redes sociais.

 

Portanto, fiquemos espertos a esta nova forma de martírio social que vem dominando o povo do Brasil.

 

Até a próxima!


Jaime Folle

Colunista

Formado em empreendedorismo, é um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Está na área desde 2005. É também escritor de vários livros.

jaimefolle@jaimefolle.com.br


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.