Exercitar o bom olhar


Por Jaime Folle

06/06/2022 14h47 - Atualizado em 06/06/2022 14h47



“Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso. Mas se os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas.” Esse é um ensinamento primoroso para os dias atuais, pois um olhar sem brilho, afasta até seus melhores amigos.

 

Seus olhos podem ser as principais armas para desarmar os inimigos da maldade e um poderoso aliado para a amorosidade sem fim. O mundo está carente de afeto e atenção, por vezes, conseguimos ver os pequenos defeitos dos outros e não percebemos os grandes que se encontram dentro de nós mesmos.

 

Habitue-se a ter um bom olhar para todas as coisas visíveis, e para as pessoas do seu entorno procure encontrar nelas as suas virtudes ao invés dos seus defeitos, distribua alguns elogios ao invés de críticas, aceite mais e censure menos, procure dar mais atenção, do que evitar a presença. Quando encontrar alguém está triste, fite seus olhos envolvendo-o numa vibração de conforto e de alegria, mesmo que para isso tenha que incorporar um papel de ator. Ao observar que alguém está nervoso, irritado, leve seus olhos numa vibração de calma e de paz, pois para quem lhe pareça ser do mal, envolva seus olhos numa vibração de luz e de amor. O bom olhar é tão importante que até um cão raivoso, se acomoda com a presença de um bom olhar.

 

Pensar antes de olhar pode ser um excelente exercício para evitar uma consequência maior, porém o olhar não permite o pensamento, ele é instantâneo e deve ser exercitado diariamente em tudo o que fizemos, pois quando não exercitamos o bom olhar, podemos enxercar ou transferir imagens que não desejamos e se não desejas a ti também faça que nem aos outros perturbe.

 

Inicie já o exercício do bom olhar e verás o mundo muito melhor a sua volta.

 

Até a próxima.

Jaime Folle

Formado em empreendedorismo, escritor de vários livros e um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Atuante na área desde 2005.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.