Nossa alimentação é o nosso remédio


Por Jaime Folle

23/04/2022 17h25



“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”. Hipócrates escreveu esta frase há 2.400 anos. A economia na alimentação faz aumentar os gastos nas farmácias. Após os abusos e as extravagâncias da ceia de Páscoa, recomenda-se cuidados incessantes com a saúde e é importante fazer isso antes que seja tarde.

 

Graças a Deus que muitos médicos e profissionais da medicina estão receitando mais uma orientação alimentar para seus clientes ao invés de receitas de remédios. Isso vai fazer que tenhamos um futuro melhor para nossos filhos em termos de saúde. Estudar e avaliar com mais profundidade uma boa alimentação, com certeza, fará diminuir o número de farmácias, que lamentavelmente temos uma a cada esquina de nossas cidades, pois basta ter um CNPJ e já pode abrir uma farmácia, enquanto as feiras de frutas e verduras são limitadas e controladas com rigor. Só tem uma feirinha por semana e olha lá.

 

Um verdadeiro absurdo que tem o aval das autoridades constituídas, bloqueando a produção e distribuição do alimento natural por conta de alguns bichinhos inofensivos que podem estar nas folhas e nas frutas, e autorizam com facilidade a toxidade dos remédios que são vendidos livremente sem receitas nas farmácias de cada esquina.

 

Na real, deveríamos “descascar mais e desembrulhar menos”. Com tantas opções de vitaminas em cápsulas e opções de alimentos industrializados disponíveis, é importante levar em consideração a dica de ir mais às feiras livres do que aos supermercados.

 

Todos nós sabemos que uma alimentação adequada é a chave para uma vida saudável. Faça isso! Procure fazer da sua alimentação o seu remédio e não ao contrário, além dos mais bons exercícios físicos sem exagero, que ajudam demais a condição de uma boa saúde.

 

Até a próxima!

Jaime Folle

Formado em empreendedorismo, escritor de vários livros e um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Atuante na área desde 2005.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.