A emoção foi vencida pela razão. Uma moto de baixa cilindrada vem por aí


Por Jeferson Rubens Coppini

12/12/2021 11h17 - Atualizado em 12/12/2021 11h17



Volta e meia aparecem umas indiadas com a Scout por estradas de terra em meus vídeos. Como já devem ter notado, eu gosto de andar por vias não-pavimentadas. Já a motoca, não posso dizer que tenha o mesmo gosto.

 

Há tempos venho me ensaiando para ter uma opção off-road pra dar um descanso à nossa amiga custom e me largar com mais frequência para os interiores. E nosso conteúdo de hoje é sobre essa decisão.

 

Desde que o Tubarão viajou, comecei a pesquisar alternativas de motoquinhas para fazer um projeto paralelo à Scout. Parafraseando o Pilha, agora que não temos mais o Chevette “só pra se incomodar”, chegou a hora de encontrar um substituto à altura.

 

O que eu estava prestes a trazer pra garagem? Uma Honda CB 450, mil novecentos e oitenta e bolinha, carburador duplo, etc, etc... pra meter na estrada de chão! Seria um incômodo? É bem provável que sim. Mas se é pra ser ruim, que seja ruim com estilo.

 

Já quebrando a expectativa de vocês (e a minha), a voz da razão falou mais alto dessa vez. Estava prestes a buscar uma CBzona pra fazer o tão almejado projeto scrambler, mas declinei no último instante.

 

No lugar da CB, uma moto com um décimo do motor da Indian foi a escolhida pra fazer companhia a ela. Sim, peguei uma motoquinha de 125 cilindradas. O motivo da escolha? Alguns motivos na verdade. Manutenção barata, consumo baixo de combustível, fácil de modificar e vai me atender não apenas pras indiadas, mas também como alternativa de deslocamento mais em conta no dia-a-dia.

 

Por enquanto é isso. Quem sabe no futuro não tenhamos uma baita CB estilo Mad Max por aqui?! Assiste o vídeo que a proza continua por lá.

Jeferson Rubens Coppini

Publicitário e membro do Oeste Mais, aqui neste espaço o assunto será motociclismo! #ForçaCustom


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.