Do Sul ao Sudeste: Guri do interior rodando sozinho de moto na maior cidade do Brasil


Por Jeferson Rubens Coppini

15/08/2021 09h35



Uma selva de pedra, onde o menor – no meu caso – sempre está atento para não ser devorado pelos maiores. Essa foi uma das sensações que tive nos primeiros quilômetros rodando sozinho de moto por São Paulo, a cidade mais populosa do Brasil.

 

Os primeiros instantes da minha experiência nos corredores entre automóveis ficarão apenas na memória e aqui, nestas palavras. O arquivo de vídeo da parte inicial infelizmente se perdeu. Mas eu descrevo um pouco a vocês.

 

Meu terceiro dia de viagem foi um trecho curto, porém muito intenso e cheio de experiências. Pouco mais de 40 quilômetros, saindo de Cotia, na região Oeste metropolitana, indo em direção ao coração de São Paulo, na oficina onde deixaria a Indian Scout para revisão.

 

Mais de uma hora pilotando nos corredores, de olho nos veículos que poderiam cortar a frente, nos motociclistas mais velozes e habituados com o trânsito caótico e é claro, no GPS para não perder os acessos e alongar ainda mais o trajeto.

 

Apesar da tensão inicial do novo, a paisagem urbana foi absorvida no melhor estilo turista. Em um ritmo lento, sem pressa para chegar ao destino do dia, pude apreciar o que nunca vejo por aqui. A arquitetura dos prédios enormes, túneis, viadutos... paisagens que provavelmente não são apreciadas pelas pessoas que vivem isso no dia-a-dia, e que me fizeram refletir: as belezas do meu cotidiano também acabam passando despercebidas.

Bom, missão cumprida! Como viram no vídeo, a motoca foi deixada na oficina e resgatada alguns dias depois. Mas o que não apareceu em vídeo, quero deixar registrado por escrito aqui. Um agradecimento especial ao Alex Diacopulos, do canal Custom Works BR, e sua família, que me recebeu durante minha estada em São Paulo. Aguardo-lhes no Sul!

Jeferson Rubens Coppini

Publicitário e membro do Oeste Mais, aqui neste espaço o assunto será motociclismo! #ForçaCustom


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.