Fazer mais e errar mais ou fazer menos e errar menos


Por Jaime Folle

25/07/2021 18h02



Esta é uma conclusão que gera polêmica nas tomadas de decisões, fazer mais e errar mais ou fazer menos e errar menos? A maior parte das pessoas pensam com uma realidade, que fazer bem feito gera mais trabalho e ocupa mais tempo. Esta é uma conclusão característica de quem possui um pensamento errado com relação ao resultado final, por isso a citação a seguir cai muito bem para quem pensa assim. “Sempre iremos arrumar tempo para fazer de novo o que não fizemos bem feito na primeira vez”.

 

Fazer as coisas bem feito dá mais trabalho e exige mais atenção, gera mais estresse, porém é um esforço que compensa pelo resultado final, do que arcar mais tarde com as consequências de ter malfeito para terminar antes. Se você quer que o resultado final saia bem feito, faça você mesmo! Infelizmente, nem tudo podemos fazer nós mesmos, a não ser que tenha superpoderes, entenda de tudo e tenha disposição e tempo disponíveis, e mesmo assim precisa dos outros. Fazer menos e bem feito é uma decisão de quem pretende seguir uma linha de pensamento com foco na qualidade final, pois quem procura fazer rápido demais para gerar mais, pode errar muito no fim.

 

Todos nós precisamos fazer sempre o nosso melhor, seja qual for o nosso trabalho. Não se estresse demais em pensar muito alto no resultado quando estiver no início, pois isso pode ser catastrófico, pois os exemplos já mostraram que o excesso do muito pode deixá-lo com pouco. Devemos dar o nosso melhor enquanto ainda não dispomos das condições ideais para fazermos muito e bem feito. Porém, tendo boas condições de fazer mais e apenas faz o possível, o básico, cai na mediocridade e pode viver uma vida morna, apequenada.

 

Até a próxima!

Jaime Folle

Formado em empreendedorismo, é um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Está na área desde 2005. É também escritor de vários livros.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.