A direção oposta do sucesso


Por Jaime Folle

20/03/2021 10h03 - Atualizado em 20/03/2021 10h03



Eu conheço pessoas que possuem um medo tão grande de vencer que fazem tudo para continuar na direção oposta do sucesso. Não participam, não colaboram, são verdadeiros urubus de plantão e representam perigo para aqueles que querem vencer, porque tecem comentários persuasivos de que realmente estão fazendo errado.

 

O medo de vencer é uma característica que vem desde a infância e a adolescência, e que podem ter sido vítimas de pais e, muitas vezes, de professores que só faziam criticar estas crianças, levando-as a acreditar que o sucesso nunca seria algo a ser experimentado por alguém que não estivesse nascido em uma família rica.

 

A própria formação religiosa mal-entendida leva as pessoas a pensarem que o sucesso não lhe garantirá o céu. Deus disse: “Vai, trabalhe, ajuda-te que te ajudarei, multiplique os vinténs que lhe dei que, ao final, será elogiado”.

 

Pessoas que têm um perfeccionismo muito grande também têm medo de vencer, não se arriscam porque o risco pode levá-las ao fracasso.

 

Sabe-se que o sucesso mora ao lado das pessoas que se arriscam, por isso, não se deixe envolver por comentários maldosos, tampouco pelo medo do fracasso. Acredite na sua própria capacidade intuitiva, esta nunca lhe engana.

 

Para vencer é preciso, em primeiro lugar, acreditar na sua própria capacidade, acreditar que o sucesso está também ao seu alcance, e que sua chegada até ele depende de uma caminhada dificultosa e cheia de obstáculos, mas que, se não o fizer, o sucesso será apenas uma miragem.

 

Por isso, procure acreditar menos no que os outros pensam e dizem e acredite mais em você, em seu potencial e em sua capacidade de superação.

 

Existem pessoas que têm, literalmente, medo de vencer. Fazem tudo para evitar o sucesso.

 

Derrotar o seu próprio medo é o primeiro passo para o sucesso, tanto pessoal como profissional.

 

Sucesso e até a próxima!

Jaime Folle

Formado em empreendedorismo, é um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Está na área desde 2005. É também escritor de vários livros.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS