7ª Semana Nacional de Educação Financeira; participe gratuitamente


Por Josieli Pereira

25/11/2020 07h56 - Atualizado em 25/11/2020 07h56



Hoje a coluna será um convite. Nesta semana está ocorrendo a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira, de 23 a 29 de novembro, terá como tema “Resiliência financeira: como atravessar a crise?” e vai concentrar ações gratuitas de educação financeira, securitária, previdenciária e fiscal de entidades públicas e privadas.

 

O novo coronavírus trouxe complicações para a vida financeira de uma grande parcela dos brasileiros, hoje mais sujeitos a flutuações na renda familiar e fraudes financeiras. Em um momento de crise como este, o planejamento das finanças familiares é ainda mais importante, e o cidadão precisa estar bem informado para tomar suas decisões financeiras, mesmo sob estresse.

 

Ao promover práticas financeiras conscientes, responsáveis e autônomas, tratando inclusive de temas de caráter mais emergencial, esperamos contribuir para que cada cidadão encontre os seus caminhos para superar momentos de crise como este, e no futuro, se sinta cada vez mais preparado para ser o protagonista de sua vida financeira.

 

Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF) é uma iniciativa do Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF) para promover ações de educação financeira no país. Na última edição da Semana Enef, ocorreram mais de 14.000 ações, que alcançaram mais de 70 milhões de pessoas.

 

Sobre educação financeira

 

A educação financeira tem como objetivo conscientizar o indivíduo sobre a importância do planejamento financeiro, para que desenvolva uma relação equilibrada com o dinheiro e decisões acertadas sobre finanças e consumo.

 

Quando o cidadão entende os fatores que influenciam suas escolhas financeiras, consegue equilibrar seus desejos imediatos com suas necessidades de longo prazo. Um dos efeitos disso é o aumento do hábito de poupar, outro importante pilar da educação financeira. E todos saem ganhando, já que cidadão financeiramente educado contribui para o bem-estar coletivo, seja porque essa qualificação resulta em um sistema financeiro mais sólido e eficiente, seja porque cada pessoa tem melhores condições para lidar com emergências e momentos difíceis da vida.

 

Organizadores

 

A ENEF é uma iniciativa pública que reconhece a educação financeira e previdenciária como ferramenta de inclusão social, de melhoria da vida do cidadão e de promoção da estabilidade, concorrência e eficiência do sistema financeiro do país. Integrando também entidades privadas, por reconhecer que o desafio é de todos, a ENEF é coordenada pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira, formado pelos seguintes órgãos e entidades públicas:

 

▪ Banco Central do Brasil

▪ Comissão de Valores Mobiliários

▪ Superintendência de Seguros Privados

▪ Secretaria do Tesouro Nacional da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia

▪ Secretaria de Previdência da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia

▪ Superintendência Nacional de Previdência Complementar

▪ Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública

▪ Ministério da Educação

 

Agenda

 

Até o momento são 31.676 iniciativas cadastradas. Cursos, palestras, e-book, webserie entre outros. Para participar, basta acessar o site https://semanaenef.gov.br/, nela consta agenda completa de todas as iniciativas.



Os conhecimentos adquiridos sobre Educação Financeira podem auxiliar na redução das desigualdades socioeconômica, tendo em vista que, alinhada a outros fatores, proporciona a organização das finanças e pode evitar o endividamento.

 

A educação financeira deve ser considerada um Direito Humano e Social, pois a gestão de um estado gira em torno da economia para fornecer qualidade de vida à sociedade e para o povo como um todo. Participe!

Josieli Pereira

Graduada em Matemática e estudante de Gestão Financeira. Tenho 25 anos de idade e aproximadamente há cinco trabalho com sistema financeiro. Falar e estudar sobre educação financeira sempre foi como um hobby. Acredito que este tema, mesmo longe da maioria das escolas, continua transformando vidas. Venho de família humilde, que desde muito cedo ensinou que com trabalho e planejamento podemos conquistar grandes sonhos.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.