Galo segue líder no Brasileirão e os duelos da Libertadores no meio de semana


Por Jarbas Ritter de Ramos

23/11/2020 10h51 - Atualizado em 23/11/2020 10h52



Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

O Atlético Mineiro manteve a liderança do Brasileirão no final de semana, o empate fora de casa contra o Ceará foi suficiente para o galo, que muito desfalcado beliscou um pontinho em Fortaleza. Inter e São Paulo também tropeçaram, mas esses em suas casas, pior para o colorado, que levou mais uma virada do Fluminense, foi assim no primeiro turno lá no Maracanã também. O tricolor ficou no empate com o Vasco e perdeu a chance de igualar o Galo na ponta.

 

O Flamengo não deu mole, venceu o Coritiba no Maraca e alcançou o Galo, ambos têm agora 39 pontos, mas o Atlético tem mais vitórias e por isso é líder. No segundo pelotão, apenas o Fluminense venceu, Palmeiras, Grêmio e Santos tropeçaram e perderam a chance de se aproximar da ponta. Dos três, apenas o tricolor pontuou, empate fora de casa com o Corinthians.

 

Outra briga boa vai ser na parte de baixo da tabela, muitos clubes estão separados por poucos pontos, do 9º colocado, Atlhetico-PR até o 16º, Atlético-GO, são apenas quatro pontos, no meio disso tudo tem clubes como Vasco e Corinthians. Outro grande que está mal é o Botafogo, penúltimo colocado com apenas 20 pontos caminha a passos largos para a segunda divisão.

 

Chape voando cada vez mais

Foto: Guilherme Griebeler/ACF

Se a briga na Série A está boa na ponta da tabela, na série B a conversa é outra, podemos afirmar que a segundona tem um dono, ou uma dona, e é a Chapecoense. O Verdão do Oeste está sobrando, mais uma vitória no fim de semana, fora de casa contra o ótimo time do Sampaio Correia.

 

Agora o duelo é contra o Cruzeiro de Felipão, amanhã na Arena Condá, 22 pontos separam os times na tabela, é uma diferença que mostra o quanto a campanha da Chapecoense é boa, líder com sete pontos de vantagem para o vice-líder e 10 pontos para o quinto colocado. Se continuar nessa pegada, a Chape se garante na elite com algumas rodadas de antecedência.

 

Libertadores

 

A espera acabou, o mata-mata da Libertadores vai começar nesse meio de semana. Os brasileiros tiveram tempo para se preparar, é bom lembrar que o sorteio ocorreu lá no início de novembro, porém, poucos estão em um bom momento.

 

Grêmio e Atlhetico-PR estão em fases melhores, o furacão encara o poderoso River em casa, enquanto o Grêmio joga fora com o Guarani do Paraguai. O Santos passa por um momento conturbado nos bastidores, mas em bem no brasileirão e vai encarar a LDU, no Equador.

 

O Atual campeão Flamengo está passando por um processo de troca de comando técnico, eliminado na Copa do Brasil pode sentir o baque, mas deve contar com retornos importantes para o duelo contra o Racing, na Argentina.

 

Assim como o Flamengo, o Inter também vive dias de troca de comando, porém a confiança da torcida está baixa, Abel Braga não faz o time jogar e a sequência ruim deixa uma sensação pessimista para o jogo com o Boca Juniors, no Beira-Rio.

 

Para fechar os duelos dos brasileiros, o Palmeiras encara o Delfin lá no Equador. Os paulistas têm um problema extracampo que é o maior desafio, muitos desfalques entre lesionados e afastados pelo COVID-19. O adversário é fraco, mas todo cuidado é pouco para evitar um resultado que não possa ser revertido na volta.

 

Jogador Destaque da Semana

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O jogador da semana é o lateral direito Fagner do Corinthians. Jogador que vestiu a amarelinha na última Copa e vem há alguns anos demonstrando um bom futebol. Apesar de ser muito criticado pelos adversários por ser desleal em algumas jogadas, ele é hoje o melhor lateral direito atuando no país.

 

No domingo jogou muita bola contra o Grêmio, viu seu time ficar com dois a menos, e se multiplicou em campo, foi importante na defesa, e criou as poucas chances do Corinthians no ataque. Com a bola nos pés, Fagner é muito bom, precisa apenas melhorar essa questão comportamental.

Jarbas Ritter de Ramos

Jornalista por formação, palmeirense de coração. Nascido e criado no Oeste catarinense, coordeno a Rádio 100.7 FM e trabalho com comunicação há uma década. Apaixonado por futebol e outros tantos esportes, do xadrez ao automobilismo, gosto de assistir e praticar. Falo sobre futebol e o que mais merecer destaque, de maneira leve e descontraída.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.