A rosa e o capim


Por Jaime Folle

28/08/2020 13h30



Quando viemos para este mundo, trouxemos junto o poder da decisão para o futuro terreno de nossa existência por aqui. Com algumas exceções, temos o livre arbítrio da escolha daquilo que queremos, ou não queremos, para o bem próprio e também dos outros. Porém, a vida é feita de altos e baixos, alegrias e tristezas, mudanças e conquistas.

 

A nossa missão neste mundo é jogar com tudo isso, equilibrar o viver no meio de outras pessoas, que, por vezes, não comungam dos mesmos sentimentos e pensamentos. Esse é o grande segredo do sucesso em meio a concorrência, pois nem a rosa que admiramos muito cresce sozinha em seu jardim, ali também tem o capim e outras ervas daninhas, e mesmo assim ela equilibra tudo isso e consegue florescer para o alto e chamar atenção, acima dos percalços e problemas que possam lhe atrapalhar.

 

Nós somos muito mais do que o capim e as ervas daninhas que nos cercam, somos ainda maiores que os problemas que possam aparecer, fomos feitos inteligentes para brilhar, para a alegrar, e não para sermos inço atrapalhando a vida dos outros e a nossa própria. Não seja mais um medíocre se igualando a mesma posição com os capins medíocres ao seu redor, procure ser ao menos uma rosa diferenciada. Drible este sofrimento, não sofremos porque as coisas possuem um fim, sofremos porque acreditamos que elas são imutáveis, e que nunca iremos envelhecer, que nunca iremos sofrer, angustiar, sentir, porém estes capins podem ser superados com uma força gigantesca, que vem de dentro de você mesmo.

 

Entretanto, agimos como se fôssemos durar para sempre, como se nada fosse mudar, como se as coisas fossem eternas. A pessoa que acredita ser eterna não perdoa ninguém, guarda rancor e nunca expressa suas verdadeiras emoções, torna-se um jardim de capim poluidor, pois para poluir um rio, você precisa acreditar que ele existe lá fora, separado de você. Para odiar alguém, você precisa congelá-lo em uma imagem, ignorando sua multidimensionalidade.

 

Para ser uma rosa bela e vibrante nesta vida, procure usar o capim e as demais ervas daninhas que estão aí perto de você como um adubo ao seu favor, pois livrar-se deles na sua totalidade, isso nunca irá acontecer. Porém, precisa trabalhar suas emoções, usar a verdade de antes para a realidade de hoje e não economize amor e amizades, pois economizar amor e amizades, nunca foi bom para ninguém.

 

Até a próxima!

Jaime Folle

Formado em empreendedorismo, é um dos mais renomados palestrantes do Sul do Brasil. Está na área desde 2005. É também escritor de vários livros.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.