Minha casa em tempos de pandemia


Por Francine Gabrielli

24/06/2020 11h13 - Atualizado em 24/06/2020 11h19


Sugestão de pintura moderna (Foto: Reprodução/Casa Vogue)

Olá, espero que estejam todos bem!

 

Não podia começar aqui no Oeste Mais sem entrar no assunto do momento, a pandemia. Nesse tempo de caos e incertezas acredito que muitos tenham passado mais tempo dentro de casa com seus familiares, certo? De fato, mais do que nunca nossa casa se tornou muito mais do que apenas nosso espaço familiar, mas também um ambiente escolar, de trabalho, passatempos, entre outros. E nesse meio tempo você também já deve ter encontrado tudo que te incomoda ou que faz você não se sentir tão bem, sendo assim que tal aproveitar esse tempinho pra dar um up no seu lar?

 

Hoje vou trazer quatro diquinhas básicas que muitos talvez já tenham aderido, mas pra quem ainda não tomou coragem vale o empurrão!

 

E sim, antes de tudo lembre-se: ficar dentro de casa requer cuidados básicos que também afetam diretamente no nosso bem-estar. Por isso, abra janelas e cortinas. A ventilação e iluminação natural são extremamente importantes para os ambientes e para a vida cotidiana.

 

Agora vamos para as dicas!

 

♦ Pintar as paredes

 

 Sem dúvida é a primeira coisa que passou na cabeça de muita gente, e sim essa ideia é certeira! As cores transmitem muitas sensações, sejam elas boas ou ruins e talvez você nem perceba. Se o ambiente está muito neutro ou opaco provavelmente você pode sentir necessidade de algo sem saber o que é exatamente, e essa é a hora de dar vida aos ambientes, por isso, use e abuse da sua imaginação. E se caso for o oposto, se ele estiver muito pesado, analise com calma o que utilizar para deixa-lo mais leve e agradável.

Mudar os móveis de lugar é uma opção (Foto: Reprodução/Tua Casa)

♦ Mude os móveis de lugar

 

Como está a disposição de móveis na sua casa hoje? Ela atende as necessidades da família? Tem móvel colado um no outro, ou melhor, a disposição dele não é nada funcional no dia a dia? Depois dessa análise se a resposta para qualquer uma destas perguntas for sim, vamos mudar algumas coisas de lugar. Essas mudanças normalmente são bem simples, porém, podem impactar muito em um ambiente. Sugiro começar traçando um planejamento, tire as medidas dos móveis e teste diferentes posições de lugares. A ideia é sempre começar com os mobiliários maiores, pois eles impactam mais. Deixe os espaços de passagem livres, pois no dia a dia isso é fundamental e, por último e não menos importante, sempre pense na praticidade e na funcionalidade dos espaços.

Outra dica para dar um "up" no ambiente é pendurar quadros (Foto: Unsplash)

♦ Pendure quadros

 

Além de deixar o espaço com muito estilo eles podem tirar a monotonia e se tornarem a peça fundamental do ambiente, eles podem ser utilizados em todos os tipos de cômodos e podem ser decorados de diversas maneiras. Para não ter erro, na hora de escolher opte por uma altura que o valorize (usamos 1,60m do chão ao meio do quadro) não é regra, mas pode lhe ajudar na disposição. A posição que ficará, a simetria, tudo é questão de gosto, mas vale lembrar sempre da proporção e no impacto que ele trará ao ambiente. Escolha opções que reflitam seu estilo, seja ele colorido, monocromático ou uma obra de arte. Se for montar composições sempre teste elas no chão antes de pendurá-los e por fim use a abuse da fita dupla face.

Aromaterapia é utilizada para aumentar o bem-estar que um lugar proporciona (Foto: Pixabay)

♦ Espalhe “cheirinhos”

 

Sabe aqueles lugares que a gente se sente tão bem apenas pelo cheiro? Realmente isso é possível, a aromaterapia está aí para nos ajudar a trazer aos ambientes não só um cheirinho bom, mas também auxiliar no bem-estar das pessoas. O mercado vem trazendo cada vez mais opções, algumas são sugeridas para o quarto por darem a sensação de relaxamento, a lavanda é um exemplo de aroma relaxante. Para áreas que requerem concentração, como trabalho ou estudo, o alecrim ajuda. Além de aromatizadores existem velas que também podem deixar o ambiente perfumado e aconchegante. Tente encaixar o uso delas na rotina da casa, apenas tome cuidado com a quantidade, escolha a que melhor se adapta com a necessidade do local e aprecie as boas energias.

 

Espero que essas dicas simples ajudem de alguma maneira sua relação com sua casa, trazendo não só uma cara nova, mas também um local tranquilo e acolhedor. Fiquem a vontade de comentar e sugerir o que vocês querem ver por aqui.

 

Grande beijo e até a próxima.

Francine Gabrielli

Natural de Ponte Serrada, Arquiteta e Urbanista formada pela Unochapecó, apaixonada por arquitetura de interiores. Falará sobre temas diversos que envolvem arquitetura, escrita de modo simples, versátil e didático tendo como propósito levar opções práticas para o leitor.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS