Plantas medicinais: erva de Santa Maria


Por Sacha Arielle Branco

18/06/2020 15h31





Olá, espero que todos estejam bem!

 

Vamos falar de mais uma super poderosa planta? Hoje trago para vocês uma planta que pode nos ajudar nesse frio que vem chegando e trazendo junto com ele as gripes e resfriados. Existe uma infinidade de plantas capazes de nos fortalecer, que aumentam a nossa imunidade, mas decidi começar por uma que não é tão conhecida. A Erva de Santa Maria, outros nomes que se referem a esta planta são Mentruz, Ambrosina, Quenopódio, Lombrigueira, entre vários outros. Ela tem como nome científico Dysphania ambrosioides (L.).

 

Natural da América Latina, ela ocorre também no Brasil e é usada de Sul ao Norte do país. Muitos pesquisadores trabalham com essa planta, e vários estudos têm comprovado o sua eficácia nas mais diferentes utilidades. Curiosamente existe uma população no norte do país que utiliza as folhas dessa planta para tratar infestação de piolhos, juntando as folhas a um galinheiro eles obtêm um tratamento que mostra ser efetivo para afastar essas visitas indesejadas. Mas, vamos ao o que realmente nos interessa, o potencial fitoterápico dessa planta maravilhosa:

 

▪ Aumenta a imunidade;

 

▪ Atua como vermífugo;

 

▪ Potencial expectorante;

 

▪ Antisséptico;

 

▪ Potencial digestivo;

 

▪ Cicatrizante;

 

▪ Alivia cólicas menstruais.

 

Com todas essas propriedades podemos usar essa erva para as mais diferentes doenças que possam nos atacar. É recomendado o seu uso tanto para aumentar a imunidade em uma gripe quanto para quando você tiver uma crise de rinite, uma boa xícara de chá pode acalmar suas alergias. Para gastrite ela pode te ajudar a digerir. Quando algum inseto te machucar você pode utilizar ela para que cicatrize mais rápido.

 

Para aumentar nossa imunidade basta um chá com suas folhas!



Além do chá com água, podemos usar com leite, compressa com as folhas maceradas ou ainda usar o seu óleo essencial. Para cada problema temos uma maneira diferente de ajuda que essa planta oferece.

 

E hoje tenho mais uma curiosidade para vocês, existe um grupo de pesquisadores que está estudando se podemos usar o potencial dessa planta para tratar a covid-19. Quem acredita que ela é capaz até disso?

 

ATENÇÃO!

 

Além de todos esses benefícios, esse poder todo vem com muita responsabilidade, essa erva é abortiva, não é indicada para crianças menores de dois anos e pode levar a morte se ingerida altas doses.

 

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Sempre consulte um médico, ele é a única pessoa capaz de te indicar a quantidade ideal para consumir qualquer remédio, natural ou não.

 

Muito obrigada, por me acompanhar até aqui!

 

Se gostou do meu conteúdo volte semana que vem!

 

Fiquem bem e em casa se puderem!

Sacha Arielle Branco

Nascida e criada no Oeste catarinense. Bióloga, apaixonada por plantas, e mestranda em Biologia de Fungos, Algas e Plantas pela UFSC. Falará sobre temas ambientais diversos de modo simples e descontraído, com a intenção de fazer o leitor pensar sobre temas importantes ligados ao meio ambiente.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.