Entre Armários e Gavetas: Utilitários - Parte II


Por Samara dos Santos

09/06/2020 11h18 - Atualizado em 09/06/2020 11h18


Olá meu bem, tudo bem?

 

Eu tardo, mas não falho! Prometi a parte II de utilitários e vim cumprir na maior cara de pau do universo quase um mês depois. Prometo em breve voltar com regularidade, mas vamos ao que interessa?

 

Segunda parte da lista de utilitários. Uhul! SIMBORA!

(Fotos: Pixabay)

▪ Tábuas de corte: as tábuas de corte de madeira são lindas, mas assim como a colher de pau da última coluna elas podem não ser tão higiênicas assim, principalmente porque você passa a faca nela gerando fissuras na estrutura. Depois que você lava suas tábuas de madeira, as deixa secando no sol? Não? Deveria! Guardar as tábuas de madeira úmidas é um ótimo jeito de ganhar mofos e bactérias que fazem mal pra sua saúde e contaminar seus alimentos. Eu prefiro as de plástico que não absorvem a umidade e são mais fáceis de higienizar. Se você for fazer o que é o ideal para a segurança do alimento, compre tábuas de cores variadas e escreva com caneta permanente o que será cortado nelas, por exemplo, folhas, legumes, carnes ou frutas. Assim seu bife não vai ter gosto de maçã.

 

▪ Tigelas (bowls): bowls é só um nome bonito e inglês para nossas tigelas, cumbucas ou seja lá como você chama. São essenciais para que você tenha organização na hora de cozinhar. Use suas tigelas para separar todos os ingredientes picadinhos que você vai usar na sua receita, a gente chama essa separação na cozinha profissional de mise en place (que em uma tradução livre do francês significa pôr em ordem, fazer a disposição). Compre de variados tamanhos. Se puder, escolha os de inox, são fáceis de lavar e mais higiênicos além de não enferrujar com a umidade.

 

▪ Medidores de xícaras e colheres: sabe aquela receita que vem com medidas em xícaras e colheres que você erra e não sabe como? Se você está usando a xícara de casa e a colher de sopa do faqueiro tá aí seu problema. As medidas de xícaras e colheres têm volumes fixados, que os faqueiros e conjuntos comprados não seguem. Se você gosta de cozinhar e odeia desperdiçar comida numa receita que não ficou boa, invista em um kit de medidores padrões de xícaras e colheres, assim suas receitas sempre darão certo.

 

▪ Ralador: para ralar queijo, cenoura, abobrinha e o que mais você quiser. Parece bobagem, mas você só vai se lembrar dele quando estiver no meio de uma receita e perceber que não tem como ralar o ingrediente. Não precisa ser um milionário, muitos baratinhos fazem o trabalho, só preste atenção no material e priorize o aço inoxidável, para que ele dure por muito tempo.



Obviamente nenhum utensílio dessa lista é obrigatório, pense sempre na sua rotina diária e no que você consome de fato. Comprar produtos que você não vai usar com frequência é uma bobagem e você joga dinheiro fora. Seja sempre consciente em suas compras.

 

Espero que vocês tenham gostado desta listinha de utensílios, mas nossa série continua. Me conta aqui nos comentários qual categoria de cozinha você quer ver aqui que ainda não falei e me conta também como você chama as tigelas.

 

Um beijo e, se puder fique em casa, lave bem as mãos e até semana que vem! ;)

Samara dos Santos

27 anos e carioca. Gastrônoma de formação, mas confeiteira por amor. Trabalhou em vários eventos de confeitaria pelo país e com chefs internacionalmente reconhecidos. Está aqui para falar de gastronomia e alimentação de forma simples e descomplicada.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS