Sessão cineminha: The Circle Brasil


Por Kiane Berté

27/03/2020 11h12 - Atualizado em 17/04/2020 14h39


The Circle Brasil é apresentado pela Giovanna Ewbank (Foto: Divulgação)

Circle, mensagem:

 

Oi, pessoas, tudo bem?

 

>> Depois de todas aquelas dicas que eu dei na semana passada sobre filmes, séries, livros e coisas para fazer durante a quarentena, eu ainda tenho a coragem de trazer mais uma pra vocês. HAHA

 

Hoje a dica é sobre série...

Uma ótima, por sinal!

 

Passei a assistir The Circle Brasil há duas semanas e já concluí a primeira temporada. Eu ainda não sei se vão ter outras temporadas, porque a apresentadora não deixou isso claro pra gente, mas acredito que sim.

 

Circle basicamente é um reality show brasileiro do tipo Big Brother Brasil mesmo, onde nove pessoas ficam confinadas dentro de um apartamento, sendo cada uma em um quarto diferente.

 

Essas pessoas não se conhecem; elas apenas entram no espaço decorado e pequeno, onde, através de uma televisão e somente por comando de voz, vão ter acesso aos outros participantes.

 

Isso mesmo que você leu:

 

- eles não se conhecem em momento nenhum, exceto se forem eliminados, porque aí, eles deixam um vídeo de despedida para os outros integrantes, dando dicas do jogo, mas sem abrir realmente o game para os demais.

Primeiros participantes do reality (Foto: Divulgação)

Como funciona o jogo

 

Os participantes criam um perfil cada (tipo Facebook), onde escolhem uma foto, idade, status de relacionamento e um pequeno resumo sobre o que faz da vida. Eles podem criar o que quiserem, desde um perfil verdadeiro, com informações e fotos verdadeiras, ou um fake, que é basicamente criar um perfil de uma pessoa que não é ela.

 

Os integrantes podem mentir idade, profissão e até quem são, se quiserem, mas vai de cada um.

 

Uns mentem, outros não!

 

Todos eles conversam através dessa televisão, - como eu mencionei - mas usando somente a voz, tanto para escrever, quando para avaliar os concorrentes. Eles podem criam grupos, conversar em chats separados individualmente, se quiserem, e tentar fazer amizades com os demais.

 

Porém, num determinado tempo do jogo, eles precisam se avaliar, fazendo uma votação. Eles escolhem quem foi a pessoa do prédio que eles mais gostaram e o que menos gostaram (vai de 1º a 9º lugar).

 

Quem ficar em primeiro e segundo se torna influencer, podendo juntos, bloquear alguém do prédio (como se fosse a eliminação dos realitys que estamos acostumados a ver).

 

A pessoa escolhida é tirada do jogo e substituída por outro participante. Depois disso, o jogo recomeça até que apenas um seja popular o suficiente para levar para casa R$ 300 mil.

 

Legal né?

Eu torci o tempo todo para o Akel (Foto: Divulgação)

Essa foi a minha dica de hoje : )

 

É viciante demais assistir ‘The Circle’, e se você gostar da versão brasileira, tem também a dos EUA. Todas as quartas-feiras, capítulos novos são adicionados na Netflix, então, corre colocar na listinha de vocês e boracomeçar a maratona.

 

Um beijo e até a próxima!




Kiane Berté

Kiane Berté tem 25 anos e trabalha como jornalista e fotógrafa. Nas horas vagas escreve suas histórias de romance curiosas e sonha junto delas com um mundo mais encantado e cheio de amor. Sonhadora, ela vê através das páginas de um bom livro a oportunidade de viajar para onde quiser sem sair do lugar

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS