Rússia, o país da Copa do Mundo, tem 11 fusos horários diferentes

Quantidade de horários deixa o país em primeiro lugar em um ranking mundial dos que mais têm fusos

Por Oeste Mais

19/06/2018 08:21



Quando é meio-dia na capital da Rússia, Moscou, já são 21 horas nas cidades do extremo leste do país que sedia desde a última quinta-feira, dia 14, a Copa do Mundo.

 

O fato de a Rússia ser o maior país do mundo em extensão longitudinal, com mais de 10 mil quilômetros separando a região oeste da extremo leste, a leva a ter 11 fusos horários.

 

A quantidade deixa o país em primeiro lugar em um ranking mundial, que tem em segundo lugar os EUA, com nove fusos. O Canadá é o terceiro, com seis horários diferentes.

 

Se fosse levada em conta apenas a área do território, a China viria em seguida, com cinco fusos. Mas o governo chinês obriga o país a ajustar os relógios em um único horário, o da capital Pequim.

 

Já o território brasileiro, incluindo as ilhas oceânicas, possui quatro fusos horários.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.