Rei da Tailândia demite guardas reais por cometerem adultério

Uma semana antes a concubina oficial foi desapossada de seus títulos reais por deslealdade

Por Oeste Mais

30/10/2019 09:44 - Atualizado em 30/10/2019 09:44



Rei Maha Vajiralongkorn da Tailândia é carregado durante a cerimônia de coroamento (Foto: Manan Vatsyayana/AFP)

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, demitiu quatro guardas reais, dois deles por "adultério", uma semana depois de despojar de seus títulos a concubina oficial por "deslealdade".

 

Um comunicado divulgado pelo palácio real afirma que dois guardas "cometeram atos inapropriados e adultério".

 

Os outros dois guardas reais não atingiram os parâmetros esperados para a função e foram demitidos sumariamente e sem compensação, indica a nota.

 

A família real tailandesa é protegida por uma lei sobre difamação que torna virtualmente impossível qualquer escrutínio do governo no reino.

 

As recentes expulsões no palácio real, no entanto, apresentam uma visão incomum da monarquia.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.