Mais de 1 milhão de pessoas já fugiram da Ucrânia após início de ataques russos

Segunda rodada de negociação entre os dois países deve ocorrer nesta quinta-feira

Por Redação Oeste Mais

03/03/2022 10h16 - Atualizado em 03/03/2022 10h23



Prédio em fogo após ataque russo em Kharkiv (Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia/AFP)

Mais de 1 milhão de pessoas já fugiram da Ucrânia desde o início da invasão promovida pela Rússia na última quinta-feira, dia 24. O número foi divulgado no Twitter pelo alto comissário das Nações Unidas para refugiados, Filippo Grandi.

 

“Em apenas sete dias, testemunhamos o êxodo de 1 milhão de refugiados da Ucrânia para os países vizinhos”, escreveu.

 

O principal destino dos ucranianos tem sido a Polônia, que já recebeu cerca de 600 mil pessoas, mas vários países abriram as portas para recepcionar os refugiados, inclusive o Brasil.

 

O assessor da presidência da Ucrânia, Mykhailo Podolyak, disse em uma rede social que a delegação ucraniana está a caminho para uma nova rodada de negociação com a Rússia.

 

Mais cedo, uma agência de notícias da Belarus afirmou que a segunda rodada de conversas seria na Belarus por volta de 9 horas do horário de Brasília. Já o negociador ucraniano, Davyd Arakhamia, comentou que as conversas seriam por volta das 11 horas. Ele postou em uma rede social que planeja discutir a criação de um corredor humanitário em Kiev.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.