Mais de 7.000 voos são cancelados em todo o mundo no fim de semana devido propagação acelerada da Ômicron

França ultrapassou 100 mil novos casos de Covid-19 em 24 horas no sábado de Natal

Por Redação Oeste Mais

27/12/2021 17h16 - Atualizado em 27/12/2021 17h16



Mais de 7.000 voos foram cancelados em todo o mundo durante o fim de semana prolongado de Natal, devido à propagação acelerada da variante Ômicron, da Covid-19, que afeta em particular as tripulações das companhias aéreas.

 

A Europa é atualmente a região com mais casos. São mais de três milhões nos últimos sete dias, 57% do total mundial, assim como a maior quantidade de mortes, seguida por Estados Unidos e Canadá. A França superou a marca de 100 mil novos casos de Covid-19 em 24 horas no sábado, dia 25. 

 

Enquanto isso, nos Estados Unidos, onde foram registrados cerca de 190 mil novos casos diários nos últimos sete dias, as autoridades sanitárias de Nova York alertaram sobre uma alta de hospitalizações de crianças, a metade delas menores de cinco anos, que ainda não são aptas para serem vacinadas

 

O relatório mais recente do site Flightaware, informa quase 2.200 cancelamentos de voos neste domingo, dia 26, incluindo mais de 570 voos internacionais ou domésticos nos Estados Unidos . No sábado, o mesmo site registrou quase 2.800 cancelamentos de voos, 970 deles nos Estados Unidos.

 

Pilotos em quarentena

 

Muitas companhias aéreas foram obrigadas a deixar pilotos, comissários de bordo e outros funcionários em quarentena, depois que os trabalhadores foram expostos à Covid. As empresas Lufthansa, Delta e United Airlines cancelaram diversos voos.

 

Onze voos da Alaska Airlines também foram cancelados, depois que alguns funcionários relataram que foram "potencialmente expostos ao vírus" e iniciaram confinamento.

 

Com informações do g1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.