Ataque a tiros mata alunos e professor em escola na Rússia

Caso acontece exatamente uma semana depois de chacina em Saudades

Por Oeste Mais

11/05/2021 10h51 - Atualizado em 11/05/2021 10h57



Ambulâncias e carros da polícia em frente à escola em Kazan, na Rússia, após ataque a tiros (Foto: Roman Kruchinin/AP)

Ao menos oito pessoas foram mortas e mais de 20 ficaram feridas em um ataque a tiros em uma escola em Kazan, na Rússia, nesta terça-feira, dia 11. Um suspeito de 19 anos foi preso e uma arma foi apreendida. O ataque é exatamente uma semana depois da chacina registrada em Saudades, no Oeste de Santa Catarina.

 

O atentado começou às 9h30 (horário local, 3h30 em Brasília). O autor abriu fogo contra os alunos da escola, que tem 1.049 alunos e 57 funcionários. Segundo autoridades de saúde, 21 pessoas foram hospitalizadas, incluindo 18 crianças. Seis estão na UTI.

 

"Seis menores de idade se encontram em estado grave", afirmou Lazat Jaydarov, porta-voz do governo do Tartaristão, cuja capital é Kazan. Imagens publicadas nas redes sociais mostram crianças pulando da janelas do prédio de três andares para escapar dos tiros. A escola foi cercada pela polícia. A identidade do suspeito não foi revelada.

 

Testemunhas dizem ter ouvido uma explosão e depois os tiros. Alguns estudantes conseguiram escapar do prédio durante o ataque, mas outros ficaram presos e foram retirados depois.

Ataque a tiros ocorreu nesta terça-feira, dia 11 de maio (Foto: Roman Kruchinin/AP)

Rustam Minnikhanov, governador do Tartaristão, disse que as vítimas são estudantes do oitavo ano. "Perdemos sete crianças, alunos do oitavo ano. Quatro meninos e três meninas".

 

Terrorismo descartado

 

O Comitê de Investigação da Rússia descartou a hipótese de terrorismo. "O agressor foi detido. É um morador local", afirmou o comitê em um comunicado.

 

Rustam Minnikhanov visitou a escola e afirmou que o atirador tinha permissão para portar a arma que usou no crime. "O terrorista está preso, [tem] 19 anos. A arma de fogo está registrada em seu nome", afirmou. "Outros cúmplices não foram identificados e uma investigação está em andamento", disse ainda o governador.

 

Tartaristão é uma região de maioria muçulmana no centro da Rússia, a capital Kazan fica a 725 km a leste de Moscou e tem mais de 1,2 milhão de habitantes.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.