Vereadores indicam fim de recesso do meio do ano no Legislativo de Ponte Serrada

Por Câmara de Vereadores de Ponte Serrada

10/08/2021 10h25





Uma indicação conjunta foi apresentada na sessão desta segunda-feira, dia 9, pelos vereadores Ademar José Alves Pereira, Nordival de Quadros Junior e Robson Acunha, indicando o fim do recesso do meio do ano na Câmara de Vereadores de Ponte Serrada, além do início dos trabalhos da nova legislatura sempre a partir de janeiro.

 

Os vereadores lembraram que, no começo do mandato deste ano, seguindo resolução da Câmara de Vereadores, houve a posse no dia 1º de janeiro e 30 dias de férias logo em seguida, com a primeira sessão ordinária acontecendo no início de fevereiro. Segundo os vereadores que apresentaram a indicação, o pedido atende uma solicitação da própria comunidade.



“Entendemos a desnecessidade de realizar os 13 dias de recesso no mês de julho de cada exercício, bem como é viável que as reuniões ordinárias iniciem-se em janeiro, no primeiro ano do mandato. Um dos principais benefícios desta mudança está a possibilidade de apresentação e avaliação dos projetos de leis com mais tempo de atuação no Legislativo, representando mais prestação de serviço à comunidade”, justificaram.

 

Vale-alimentação a pacientes

 

O vereador Ademar José Alves Pereira apresentou uma indicação para que o Executivo forneça um vale-alimentação a pacientes em situação de vulnerabilidade, que se deslocam a outros municípios para consulta, exames ou outros procedimentos de saúde. Segundo ele, o recurso será útil para a compra de água ou até mesmo um lanche durante a viagem.

 

Pereira também apresentou uma segunda indicação, solicitando a inclusão no Plano Plurianual (PPA) da execução de tubulação e pavimentação asfáltica na Rua Estevão Zanatta, no Bairro São Sebastião. “Esta rua necessita destas melhorias, é o bairro mais antigo da cidade e precisamos dar prioridade de pavimentação nas principais ruas que acessam os bairros, onde favorecerá um maior número de pessoas”, pontuou.

 

Veículo exclusivo para pessoas com deficiência

 

Também na área da saúde, o vereador Robson Acunha pediu que o município destine um veículo exclusivo para o transporte de pacientes com deficiência para a realização de procedimentos fora de Ponte Serrada, já que cada paciente tem um atendimento diferenciado, uns com maior gravidade, outros com menor, e ainda ocorre de pacientes serem deixados em Xanxerê até o retorno do carro de Chapecó.

 

“Quem me procurou foi o Joares Laureano, morador da comunidade do CTG, pai de uma criança especial. Por entendermos que os pacientes com deficiência merecem uma atenção maior, solicitamos que esta situação seja corrigida e seja destinado um veículo popular para transporte exclusivo de pessoas com deficiência”, reforçou.

 

Ainda na sessão, Robson indicou que a administração interfira junto à Celesc para que viabilize a instalação de dois postes de iluminação pública até o final da Rua José Bortolaz, no Bairro Quatro Irmãos. “Existe um morador onde o poste está fixado no terreno de outro morador, onde a instalação não é totalmente segura, o que pode ocasionar incidentes indesejáveis”, disse, pedindo ainda a realização de uma rede de esgoto na mesma rua.

Este conteúdo é de responsabilidade da Câmara de Vereadores de Ponte Serrada.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.