Quatro indicações são apresentadas durante sessão do Legislativo de Ponte Serrada

Por Câmara de Vereadores de Ponte Serrada

08/06/2021 10h42





Quatro indicações foram apresentadas e aprovadas na sessão desta segunda-feira, dia 7, da Câmara de Vereadores de Ponte Serrada. As sugestões estão ligadas às áreas de esporte, educação, trânsito e transmissão de sinal de TV.

 

A bancada do MDB, formada pelos vereadores Edivan Antonio Panizzi, Evandro Pavan e Maria Isabel Bordignon apresentou uma indicação para que a administração municipal viabilize um campo de areia no lote baldio da Prefeitura, na Travessa Luiz Sonáglio.

 

“Justificamos que é um local que vai proporcionar horas de lazer aos moradores, tanto deste bairro como dos bairros vizinhos. Não tem custo muito elevado e associado à academia ao ar livre será de grande valia ocupar este espaço para realização de atividades desportistas e de interação entre as pessoas”, argumentaram.

 

A proposta foi elogiada por outros vereadores. O presidente Andreley Habech também enalteceu a indicação, dizendo-se defensor da prática esportiva. “Tanto que os campos de areia foram um dos projetos da minha campanha, então quero agradecer à bancada do MDB pela indicação, acho que estamos dando o primeiro passo para a efetivação desses campos de areia. Também vou desprender tempo para, junto dos deputados, buscar recursos para fazer daqui a pouco um campo de areia numa magnitude maior e poder trazer práticas de esporte em nível de estado para cá, como campeonatos”, complementou.

 

Sinalização de trânsito



A vereadora Francinara Magrini Ferreira fez uma indicação para que o Executivo reestude a sinalização das placas de “proibido estacionar” na cidade. A sugestão é que também haja uma demarcação das vagas permitidas de estacionamento em toda a área central.

 

“Que seja estudada a viabilidade de conversão de alguns trechos em sentido de mão única, bem como estudada a viabilidade de colocação de rotatórias, a exemplo, a Rua Rafael Pavan, local em que não há sinalização de proibido estacionar e quando estaciona um caminhão, carro pequeno não consegue passar, a rua tem metragem inferior a seis metros”, justificou.

 

Inglês em creches

 

A inclusão da disciplina de inglês para as turmas de educação infantil foi indicada pelo vereador Nordival de Quadros Junior. Além de incentivar o desenvolvimento cognitivo dos pequenos, o vereador pontuou que a comunicação em diferentes idiomas estimula o raciocínio e as funções cognitivas.



“Estudando desde cedo é mais fácil do cérebro assimilar as particularidades da língua, o que melhora a fluência no idioma. São milhares de conexões neurológicas novas, e aprender qualquer coisa nesta fase se torna muito mais fácil, inclusive idiomas diferentes do materno”, argumentou, destacando ainda que a língua inglesa é “imprescindível nos dias atuais”.

 

“É louvável a indicação do vereador Nordival”, elogiou o presidente do Legislativo. “Me recordo muito bem, quando falo em educação, da minha mãe, que sempre foi uma defensora assídua da educação. Nesse sentido, eu me reporto a ela, em memória. Tenho certeza que essa indicação tem que ser olhada com bons olhos pela administração para que possa colocar isso em prática”, completou Andreley.

 

Sinal de TV



Ainda durante a sessão, o vereador Ademar José Alves Pereira pediu que a administração municipal providencie a manutenção da repetidora local de TV junto à empresa responsável. “Que proceda regularmente os serviços de reparos, pois apenas a Rede Globo tem sinal, ainda fraco, não pegando nenhum outro canal, como Record, SBT e outros”, reclamou.

 

“Muitas famílias que têm ao seu alcance apenas os canais mais populares não estão conseguindo assistir, o que seria necessário, principalmente nesta época de pandemia, onde a maioria das pessoas tem apenas o televisor como meio de comunicação e distração”, justificou o vereador.

 

Moção de apoio

 

A vereadora Francinara Magrini Ferreira submeteu ao plenário uma moção de apoio ao projeto de lei federal que tramita no Senado para instituir o piso salarial nacional do enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliar de enfermagem e parteira.

 

“Atualmente, não existe valor mínimo instituído para pagamento dos profissionais de enfermagem (auxiliares, técnicos e enfermeiros), fazendo com que os mesmos tenham que optar pela ampliação de carga horária e jornadas ininterruptas, levando a sobrecarga de trabalho e consequente diminuição de produtividade”, pontuou.

 

A vereadora ainda destacou que, durante a pandemia, a enfermagem é peça fundamental no âmbito da saúde publica. “Estes profissionais merecem respeito, valorização e salário condizente com a função para atuarem com mais eficiência, comprometimento e humanidade em prol da saúde dos pacientes”.

Este conteúdo é de responsabilidade da Câmara de Vereadores de Ponte Serrada.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.