Reunidas é condenada a pagar R$ 10 mil a passageira por mau cheiro em ônibus

Além do odor, o veículo apresentou problemas mecânicos e lhe causou reações alérgicas e problemas estomacais

Por Oeste Mais

09/08/2018 15:56


A empresa Reunidas de Transporte Coletivo, foi condenada a pagar o valor de R$ 10 mil a uma passageira, após uma viagem realizada em novembro de 2013. 

 

Segundo a passageira, ela enfrentou diversos transtornos tanto em relação à higienização interna do veículo lhe causou reações alérgicas e problemas estomacais, quanto em relação à falha mecânica, ocorrida durante viagem entre São Paulo e Balneário Camboriú. 

 

A mulher conta que seu assento era defronte ao banheiro interno, de forma que rapidamente passou a sofrer com o forte odor do sanitário. Diversos passageiros passaram a reclamar das péssimas condições de higiene oferecidas pelo transporte, inclusive da falta de água no vaso sanitário.  

 

A passageira queixou-se ainda que, por problemas mecânicos, o ônibus interrompeu o trajeto e os passageiros precisaram aguardar a chegada de outro transporte por aproximadamente oito horas em local público e deserto, sem água, alimentação ou qualquer assistência. 

 

Em sua defesa, a empresa afirma que o transporte coletivo estava de acordo com as regras exigidas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres. Mencionou ainda caso fortuito (acaso) e força maior ao afirmar que as falhas mecânicas foram imprevisíveis. Ademais, alegou inexistência de dano moral, quando muito teria havido mero aborrecimento. 

Com informações do TJ


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.