Professor é condenado no Oeste por oferecer notas em troca de favores sexuais

Fatos foram registrados durante o ano letivo de 2012, quando homem tinha 46 anos de idade

Por Oeste Mais

02/11/2019 09:47 - Atualizado em 02/11/2019 09:47



Um professor foi condenado por crimes sexuais praticados contra alunos no Oeste de Santa Catarina. Segundo a denúncia, ele se dirigia às alunas adolescentes como "turbinada", "gostosa" e outros termos do mesmo nível. Em troca de favores sexuais, oferecia boas notas nas avaliações.

 

Os fatos foram registrados durante o ano letivo de 2012, em uma escola estadual localizada em município de abrangência da comarca de Concórdia, onde tramitou o processo criminal. A Justiça não informou a cidade específica onde ocorreram os crimes.

 

O homem, com 46 anos na época, foi condenado por assédio sexual. A pena prevista é de um a dois anos de detenção, mas foi substituída por prestação de serviços comunitários e pagamento de multa no valor de três salários mínimos (R$ 2.994). O processo tramitou em segredo de justiça.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.