Mulher que foi atingida por drone em show de rock será indenizada em R$ 3 mil

Caso ocorreu em Chapecó e vítima sofreu uma lesão no rosto

Por Oeste Mais

28/09/2018 15:49



O Tribunal de Justiça confirmou sentença que concedeu indenização de R$ 3 mil por danos morais a mulher atingida no rosto por um drone de filmagem, em Chapecó.

 

A vítima estava em um show de rock nacional, quando sofreu o acidente. Segundo os autos, depois de ser atingida pela hélice do equipamento, a vítima precisou do auxílio de amigos para ser levada até uma ambulância de prontidão nas proximidades do local do concerto, tarefa não desempenhada pelos organizadores do evento.

 

A autora sofreu um corte junto a sobrancelha e lesão no osso malar. Afirmou que passava férias no litoral catarinense, em pleno verão, e que precisou se privar do sol em decorrência das cicatrizes em seu rosto.

 

Destacou ainda que os organizadores, responsáveis pela utilização do drone na captação de imagens aéreas do show para posterior uso comercial, nunca a procuraram para saber sobre seu estado de saúde ou oferecer qualquer tipo de auxílio.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.