Haitiano relata estar sofrendo preconceito em uma empresa de Concórdia

Vítima procurou a polícia na última semana para registrar um boletim de ocorrência

Por Oeste Mais

06/02/2019 14:57 - Atualizado em 06/02/2019 14:57


Um imigrante haitiano que reside em Concórdia e trabalha em uma empresa do município, registrou um boletim de ocorrência no início da semana, afirmando que tem sofrido injúria racial no local de trabalho.

 

De acordo com o relato feito à Polícia Civil, a própria supervisora do setor onde ele atua, faz comentários preconceituosos e já o ofendeu pelo fato de ser negro e por ter vindo do Haiti.

 

A pena prevista para quem comete injúria racial é de um a três anos de reclusão e multa. O caso vai ser investigado.

Com informações da Rádio Aliança


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.