Ex-prefeita de Jaborá tem pena mantida por uso indevido de veículo oficial

Denúncia do Ministério Público aponta que Maria Eli Rodrigues de Lima foi a vários locais com o carro do município

Por Oeste Mais

08/05/2019 08:31 - Atualizado em 08/05/2019 08:31



A ex-prefeita de Jaborá, Maria Eli Rodrigues de Lima, teve a pena de primeira instância confirmada pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina pela utilização indevida de um veículo oficial do município.

 

Segundo informou a rádio Atual FM, a pena é de três a quatro anos de reclusão em regime aberto e inabilitação para o exercício de cargo ou função pública por cinco anos.

 

A denúncia do Ministério Público aponta que entre janeiro e maio de 2012, a então prefeita utilizou o veículo do município para ir à missa, ao mercado, ao açougue, à padaria, ao médico, à oficina do marido e para visitar a filha durante a noite ou nos finais de semana, que inclusive teria vista conduzindo o automóvel oficial.

 

A ex-prefeita ainda foi flagrada em Florianópolis, depois de se deslocar para participar de audiências com secretários do governo, passeando no Shopping Center Iguatemi. A defesa entrou com recurso pedindo a absolvição, mas não foi acatado pelos desembargadores.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.