BRF inicia o pagamento de indenizações trabalhistas a empregados de Capinzal

Ação foi movida após o réu ter firmado acordos coletivos que foram entendidos como prejudiciais aos trabalhadores em relação ao tempo de troca de uniforme

Por Oeste Mais

23/11/2018 09:41 - Atualizado em 23/11/2018 09:41


A BRF está pagando parcelas trabalhistas relativas ao tempo de troca de uniforme da unidade de Capinzal. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, dia 21, pelo Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina.

 

A ação judicial, movida pelo MPT, beneficia  os empregados da BRF que trabalharam na unidade de Capinzal no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2010. Não terão direito a parcela os empregados que tiveram seus contratos de trabalho rescindidos antes de 25 de janeiro de 2008.

 

Os trabalhadores que preenchem estes critérios devem procurar a empresa portando documento de identificação, quando serão apresentados os valores devidos, que devem ser conferidos no ato do recebimento.

 

A ação judicial foi movida pelo Ministério Público do Trabalho, em face da empresa do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Afins de Capinzal, o qual figurou como réu na ação por ter firmado acordos coletivos que foram entendidos como prejudiciais aos trabalhadores em relação ao tempo de troca de uniforme.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.