Após libertar preso em SC, juiz avisa: "Se for preso novamente, vai mofar na cadeia"

As prisões ocorreram no intervalo de tempo de pouco mais de 24 horas, nos municípios de Turvo e Jacinto Machado

07/04/2019 10:08 - Atualizado em 07/04/2019 10:08



Um motorista de Turvo, no Sul catarinense, foi preso duas vezes em pouco mais de 24 horas por embriaguez ao volante. Diante do caso, foi determinada a soltura dele mediante ao pagamento de fiança, mas com uma advertência do juiz.

 

"Em 28 anos de serviço na magistratura e na Polícia Civil, nunca vi um sujeito conseguir ser preso duas vezes pelo mesmo crime, com diferença de um dia [...] Advirto, contudo, ao indiciado [nome do motorista], que se for preso novamente, no que depender de mim, vai mofar na cadeia”, disse o magistrado.

Trecho da decisão judicial (Foto: NSC/Reprodução)

O homem foi detido na noite de segunda, dia 1º, em Jacinto Machado. Ele pagou fiança e foi solto no dia seguinte. No entanto, no mesmo dia ele foi abordado novamente em Turvo, com constatação de embriaguez ao volante.

 

Sobre a liberdade provisória concedida com o valor da fiança de R$ 998 na quinta-feira, dia 4, o juiz alegou que o motorista não possui histórico criminal, e fez críticas ao sistema prisional do estado.

 

"O indiciado é de família humilde e não tem antecedentes criminais ruins, bem como, que o sistema prisional catarinense encontra-se falido", afirmou.

 

O Departamento de Administração Prisional (Deap) optou por não se manifestar.

Do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.