Homem que se passou por advogado para aplicar golpe é condenado em SC

Ele cobrou R$ 500 da vítima para prestar os serviços em uma ação trabalhista

Por Redação Oeste Mais

15/06/2022 15h25 - Atualizado em 15/06/2022 15h30



Um homem foi condenado por estelionato, por se passar por um falso advogado, em Lages, na Serra catarinense. A pena dele foi fixada pela Justiça de Santa Catarina em um ano e quatro meses de reclusão, em regime fechado.  

 

O golpista cobrou R$ 500 pelos serviços advocatícios que prestaria à vítima em uma ação trabalhista. Ele se apresentou como advogado para “pegar a causa” e dar andamento em processo que demorava para ser julgado e era patrocinado, na época, por um advogado dativo.

 

Ao fechar o negócio, a vítima foi informada pelo acusado que o processo estava "caminhando" a passos lentos. Desconfiado da situação, o morador dirigiu-se ao Fórum e soube que processo estava arquivado.

 

Ao comentar sobre o fato, a vítima descobriu que um conhecido também tinha pago pelos serviços ao estelionatário e, depois disso, soube também que sequer era advogado.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.