Prefeito é condenado por ceder máquina da frota para serviço particular

Ele terá que pagar multa civil equivalente ao valor da diária da máquina

Por Redação Oeste Mais

23/05/2022 14h18



Um prefeito da Serra catarinense foi condenado pela Justiça ao pagamento de multa civil, equivalente ao valor da diária de uma máquina agrícola emprestada para serviço particular no município vizinho.

 

Conforme a denúncia, o prefeito emprestou um rolo compactador a uma empresa para que fosse utilizada em serviços de caráter privado, e ainda cedeu um servidor público para operar a máquina.

 

Ele apresentou a versão, que não foi comprovada, de que havia emprestado a máquina ao município em um ato de cooperação. Os depoimentos das testemunhas deixaram evidente que isso não ocorreu, e sim que o rolo foi usado para melhorias em uma propriedade particular.

 

Além da multa, ele ficou proibido de contratar com o poder público ou dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de cinco anos.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.