Filhos de mulher que morreu atropelada por uma moto serão indenizados em R$ 75 mil

Ação também foi proposta contra o município de Tubarão, sob a alegação de que a faixa de pedestres estava apagada

Por Redação Oeste Mais

15/12/2021 16h24 - Atualizado em 15/12/2021 16h24



Os cinco filhos de uma mulher que morreu após ser atropelada por um motociclista receberão - cada um - R$ 15 mil, a título de danos morais, em decisão prolatada nesta semana pelo juiz Paulo da Silva Filho, da comarca de Tubarão.

 

O homem que conduzia a moto ficará encarregado de bancar os R$ 75 mil que perfazem o montante indenizatório.

 

A ação também foi proposta contra o município de Tubarão, sob a alegação de que a faixa de pedestres estava mal sinalizada (apagada). Porém, a sentença afastou o dever de indenizar da administração municipal por força do reconhecimento da culpa exclusiva de terceiro, o condutor da moto, uma das causas excludentes do nexo de causalidade.

 

Segundo os autos, o acidente aconteceu em setembro de 2019 na avenida Pedro Zapelini, em Tubarão, quando a mulher foi atingida na faixa de pedestres pela moto conduzida pelo réu, que estava em alta velocidade. De acordo com a sentença, em análise de vídeo do acidente juntado ao processo, é possível ver que o réu trafegava em velocidade superior à dos demais veículos que estavam na via.

 

A velocidade e a clara desatenção do condutor da motocicleta, interpretou o julgador, não permitiram que ele parasse a tempo de a mulher terminar sua travessia na faixa de pedestres.

 

A indenização por danos morais a que o réu foi condenado será acrescida de juros e correção monetária.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.