Perícia oficial de sanidade mental de acusado pela chacina de Saudades será concluída esta semana

Réu permanece em prisão preventiva no Presídio Regional de Chapecó

Por Oeste Mais

06/10/2021 09h10 - Atualizado em 06/10/2021 09h27



Fabiano está recolhido no Presídio Regional de Chapecó (Foto: Andrielli Zambonin/SCC SBT)

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, denunciado pela chacina contra crianças, educadoras e funcionárias de uma creche no município de Saudades, passará esta semana pela perícia médica oficial que irá apontar se ele está apto a ser julgado pelo Tribunal do Júri. 

 

Caso o exame confirme que o réu era capaz, ou seja, imputável, o processo, cuja instrução já se encontra encerrada, voltará a ter regular andamento, com a intimação do Ministério Público e defesa para alegações finais e seguinte pronúncia, submetendo-o a julgamento pelo Tribunal do Júri.

 

O exame de sanidade mental foi determinado após a defesa do acusado ter anexado aos autos um parecer de médico particular contratado e que informa que o réu sofreria de esquizofrenia, o que lhe retiraria a capacidade e, por consequência, a responsabilidade de responder penalmente pelos fatos. 

 

O exame oficial será realizado por médico perito, integrante do Instituto Geral de Perícias do Estado de Santa Catarina.

 

Para o Ministério Público, contudo, a tese levantada pela defesa não passa de estratégia para que o acusado evite seu julgamento pelo Tribunal popular do Júri e consequentemente o cumprimento da pena preso, pois não há fundamento técnico ou científico e o réu é plenamente capaz e responsável pelos seus atos, inclusive planejados por dez meses.

 

Enquanto os exames são realizados, o acusado segue em prisão preventiva, no Presídio Regional de Chapecó, e apenas é levado ao Instituto Geral de Perícias para os exames, que terminam nesta semana.

 

Após a conclusão dos exames e elaboração do laudo pelo perito oficial, tanto o Ministério Público quanto a defesa serão acionados para manifestação sobre o resultado.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.