Nervosismo e emoção no 1º dia de audiência sobre chacina na creche de Saudades

Seis vítimas e sete testemunhas foram ouvidas na sala passiva do fórum da comarca de Pinhalzinho

Por Redação Oeste Mais

06/08/2021 09h23 - Atualizado em 06/08/2021 09h39



Agressor foi denunciado por 19 crimes de homicídio, entre consumados e tentados (Foto: Corpo de Bombeiros)

Aconteceu nesta quinta-feira, dia 5, a primeira audiência de instrução e julgamento do processo que trata das cinco mortes ocorridas na creche de Saudades, no Oeste do Estado.

 

Seis vítimas e sete testemunhas foram ouvidas na sala passiva do fórum da comarca de Pinhalzinho.

 

Falar sobre o ocorrido na manhã do dia 4 de maio ainda traz muita tristeza para os moradores do pacato município. Logo na chegada, os depoentes manifestaram o desejo de não aparecer em fotos ou filmagens. Depois, com o andamento das oitivas, o nervosismo deu lugar à emoção.

 

As seis vítimas foram as primeiras a falar. Uma por vez, cada uma contou o que viveu naquele dia. Os depoimentos duraram cerca de duas horas e meia. Na sequência, foram ouvidas sete testemunhas. Outras duas desistiram de participar. A audiência terminou por volta das 18 horas.

 

Como planejado, apenas o depoente, a assessora jurídica e um estagiário ficaram na sala passiva. Juiz, promotor e advogado participaram via internet, de seus locais de trabalho. A segunda audiência será no próximo dia 24. Outras 14 testemunhas devem ser ouvidas, além do acusado.

 

O agressor foi denunciado por 19 crimes de homicídio, entre consumados e tentados.

 

Na manhã do dia 4 de maio deste ano, ele entrou em uma creche no município de Saudades e com uma adaga - espécie de espada - golpeou fatalmente duas professoras e três bebês. Uma outra criança, também com idade menor de dois anos, foi socorrida e se recupera junto aos familiares.​


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.