Jovem acusado de agredir mãe e irmão de nove meses tem prisão mantida em Pinhalzinho

Rapaz de 19 anos confessou os crimes contra a família e segue na Unidade Prisional Avançada de Maravilha

Por Oeste Mais

24/02/2021 09h28



Após descumprir medidas protetivas de urgência, um jovem de 19 anos segue em prisão preventiva na comarca de Pinhalzinho. Ele foi acusado de agredir o irmão de nove meses e a própria mãe de 37 anos.

 

A primeira prisão em flagrante ocorreu na última terça-feira, dia 16, quando a Justiça também determinou medidas protetivas de urgência para que o acusado fosse impedido de manter contato com as vítimas. No entanto, ainda na terça-feira o suspeito, que havia sido liberado pelo juiz de plantão, voltou a procurar a família e descumpriu as medidas impostas.

 

Na oportunidade, o Ministério Público requereu a conversão da prisão em flagrante em preventiva diante do descumprimento da medida protetiva, que foi homologada pelo juiz da comarca Caio Lemgruber Taborda na quarta-feira, dia 17.

 

Conforme a Polícia Civil de Santa Catarina, o jovem confessou os crimes contra a família e segue na Unidade Prisional Avançada de Maravilha enquanto aguarda julgamento. Ele também vai responder por descumprimento de medidas protetivas.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.