Tribunal de Justiça alerta para aplicação do golpe dos leilões em SC

Em razão da pandemia, sites informam não poder mostrar veículos ou imóveis em oferta e, por isso, precisam receber um lance da pessoa interessada

Por Oeste Mais

08/07/2020 16h32


O Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional (NIS) do Poder Judiciário de Santa Catarina detectou e prepara medidas cabíveis contra um golpe que começa a ser praticado no Estado, por falsos portais de leilões que utilizam indevidamente e sem autorização, logomarcas de diversas instituições - entre elas, a do próprio TJSC - para imprimir credibilidade às suas vendas e ludibriar interessados em negociar veículos e imóveis em hasta pública.

 

Em razão da pandemia, tais sites informam que não podem mostrar os veículos ou imóveis em oferta e, por isso, precisam receber um lance da pessoa interessada. Os golpistas prometem entregar o bem adquirido em dois dias. Com isso, o cliente quita o boleto ou realiza o depósito bancário.

 

Depois de dois dias, contudo, sem qualquer avanço na negociação, percebe que caiu em um golpe. O NIS assinala que se trata de um golpe, reafirma a inexistência de autorização de qualquer espécie para uso da logomarca do TJSC, bem como adianta a adoção das medidas cabíveis contra as irregularidades. 

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.