Procon de SC multa empresa em R$ 1 milhão por manter anúncios de emagrecedores em site

Pagamento do valor deverá ser feito em até dez dias, de acordo com o órgão

Por Oeste Mais

03/01/2020 10h39 - Atualizado em 17/04/2020 14h39


O site Mercado Livre foi multado em R$1 milhão pelo Procon Santa Catarina por manter anúncios de emagrecedores investigados em sua plataforma de vendas. A empresa terá o prazo de dez dias para fazer o pagamento, contando a partir de quinta-feira, dia 2.

 

Após a publicação das reportagens, o Procon entrou com uma medida cautelar contra redes sociais e plataformas de classificados online que permitiam a venda desses emagrecedores. De acordo com o órgão, a empresa multada foi a única que manteve os anúncios.

 

Além da multa, o Procon também afirma que irá acionar o Ministério Público do estado e pedir que seja aberta uma investigação criminal para que descubram quem são os fabricantes desses medicamentos.

 

Um dos casos retratados na série foi de uma mulher de 27 anos que morreu em Lages, na Serra catarinense. De acordo com o Instituto Geral de Perícias (IGP), a morte foi causada por substâncias químicas encontradas em um emagrecedor que ela estaria tomando.

Com informações do G1

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.