Homem que atirou contra família em Jaborá está com julgamento marcado

Sandro Motta cometeu crime em abril de 2012

Por Oeste Mais

15/08/2013 10h00 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Uma audiência realizada nesta semana pela Justiça de Catanduvas definiu a data do julgamento de Sandro Motta, acusado de tentativa de homicídio no interior de Jaborá. Motta será submetido a júri popular no dia 6 de setembro, a partir das 13 horas, no Fórum da Comarca de Catanduvas.


A informação foi confirmada à Rádio Catarinense pelo advogado Ricardo Nodari, que juntamente com o advogado Daniel Meira fazem a defesa do réu.


Nodari adianta que a defesa irá trabalhar com a denúncia de apenas um agravante, e irá pleitear a inocência do acusado, no entendimento de que estava em seu local de trabalho, ou seja, na própria residência quando foi ameaçado pelos membros de sua ex-família.


Sandro Motta baleou a esposa, a filha e o sogro e ainda agrediu a sogra. O caso ocorreu em Linha Andrade, interior de Jaborá, no dia 12 de abril de 2012. Motta está detido no Presídio Regional de Joaçaba.

Com informações da Rádio Catarinense


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.