Membros do MST voltam a ocupar propriedade rural em Faxinal dos Guedes

Invasão iniciou na madrugada deste sábado por cerca de 400 pessoas

Por Jeferson Rubens Coppini

17/02/2018 10:22 - Atualizado em 17/02/2018 10:25



Obrigados a desocupar as terras de uma propriedade no interior de Faxinal dos Guedes após uma ordem judicial de reintegração de posse em novembro do ano passado, membros do Movimento Sem Terra (MST) voltaram a ocupar o local na madrugada deste sábado, dia 17.

Grupo de centenas de pessoas retornou à propriedade rural (Foto: Reprodução/MST)

O grupo começou a chegar no local por volta das 5h30, montando o acampamento com cerca de 400 pessoas.

 

As terras invadidas neste sábado pertencem à mesma fazenda desocupada em novembro, localizada na Linha Vargem Bonita entre os municípios de Faxinal dos Guedes e Xanxerê.

 

Segundo representantes do MST, a área pertenceria ao INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e por este motivo o local foi reocupado.

 

O proprietário das terras acionou a Polícia Militar, que esteve no local conversando com os acampados, mas até o momento nenhum posicionamento oficial foi tomado por parte da corporação.

 

Relembre o caso

 

Ordem judicial obriga 500 pessoas ligadas ao MST a deixarem propriedade invadida

 

Famílias lotam ginásios após destruição de acampamento do MST em Faxinal dos Guedes

 

Grupo do MST faz protestos em Faxinal dos Guedes após serem despejados

 

Agricultor de Faxinal dos Guedes cede terreno provisório a 180 famílias do MST


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.