Campanha arrecada fundos para compra de armadilhas fotográficas após furto no Parque das Araucárias

Doações estão sendo recebidas para reposição de equipamentos furtados em março deste ano

Por Oeste Mais

23/04/2019 08:02 - Atualizado em 23/04/2019 09:43



Viveiro foi arrombado e equipamentos foram levados no dia 14 de março (Foto: Instituto Espaço Silvestre)

O Instituto Espaço Silvestre lançou uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de novas armadilhas fotográficas após o furto dos equipamentos no Parque Nacional das Araucárias, ocorrido em março deste ano. O objetivo é alcançar R$ 5,5 mil. Até a manhã desta terça-feira, dia 23, R$ 2.005,00 já tinham sido arrecadados.

 

As doações podem ser realizadas por meio do site benfeitoria.com/espacosilvestre. “Através da arrecadação de 5.500 reais pretendemos repor armadilhas fotográficas e os acessórios que foram furtados. Os materiais são necessários para manter o monitoramento dos papagaios soltos e seus filhotes, assim como possíveis predadores”, explica o instituto.

 

O viveiro de papagaios-de-peito-roxo, no Parque Nacional das Araucárias, interior de Passos Maia, foi arrombado entre a tarde do dia 13 e amanhecer do dia 14 de março. Duas armadilhas fotográficas, com pilhas e cartões de memória, foram furtadas do local.

 

O Instituto Espaço Silvestre é responsável por um projeto de reintrodução do papagaio-de-peito-roxo na região. A espécie é ameaçada de extinção. Os equipamentos levados já tinham sido conquistados por meio de uma doação.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.