Acusado de matar Mariane Telles é indiciado por homicídio triplamente qualificado

Polícia concluiu inquérito sobre a morte da adolescente nesta quinta

Por Oeste Mais

09/07/2015 18:08 - Atualizado em 25/10/2015 14:01



A Polícia Civil protocolou no Fórum nesta quinta-feira, dia 9, o inquérito que apurou o homicídio da jovem Mariane Telles, de 17 anos. Os autos foram encaminhados ao Juízo Criminal de Joaçaba e a apreciação do Ministério Público.

“Vagner Fernandes do Nascimento, de 22 anos, foi indiciado por homicídio triplamente qualificado, tentativa de estupro e ocultação de cadáver. O relatório final contém representação por prisão preventiva para que o réu permaneça preso até o seu julgamento”, informou o delegado regional Daniel Régis.

“Mais uma vez meus agradecimentos à equipe de policiais envolvida na investigação bem sucedida. Agradeço também à imprensa regional pelo trabalho respeitoso e ético na divulgação das notícias deste caso de significativa repercussão social”, concluiu o delegado.

A vítima desapareceu do Senai de Joaçaba no dia 16 de março deste ano e foi encontrada sem vida exatamente 30 dias depois, em um matagal no interior de Jaborá. Após diversas diligências e levantamentos, no último dia 15 de maio a Polícia Civil de Joaçaba identificou e prendeu o autor do crime.

A investigação foi coordenada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joaçaba, com o apoio de policiais das delegacias das comarcas de Caçador, Joaçaba e Setores de Investigações Criminais (SICs) de Herval d'Oeste, Catanduvas e Joaçaba, além da equipe do P2 da PM de Herval d'Oeste.


Caco da Rosa


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.