Horário de verão termina no próximo final de semana

Relógios devem ser atrasados em uma hora a partir da meia-noite de sábado para domingo

Por Oeste Mais

13/02/2019 11h27 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Em vigor desde o dia 4 de novembro do ano passado, o horário de verão vai terminar no final da noite do próximo sábado, dia 16, com os moradores de dez estados e do Distrito Federal devendo atrasar os relógios em uma hora a partir do início da madrugada de domingo, dia 17. A mudança vai acarretar o famoso efeito de duas meias-noites.

 

Além de Santa Catarina, o ajuste vale para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.



A primeira vez do horário de verão ocorreu entre 3 de outubro de 1931 e 31 de março de 1932, quando a medida foi instituída pelo então presidente Getúlio Vargas. A adoção foi revogada em 1933, passando por vários períodos de alternância entre a aplicação ou não.

 

O decreto 9.242, de 15 de dezembro de 2017, instituiu que o horário de verão deve vigorar a partir da zero hora do primeiro domingo do mês de novembro de cada ano, seguindo até a zero hora do terceiro domingo de fevereiro do ano subsequente.

 

No ano em que houver coincidência entre o domingo previsto para o término da hora de verão e o domingo de carnaval, o encerramento da hora será no domingo seguinte. “A hora de verão vigorará nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal”, diz o texto.

 

Além do Brasil, o horário de verão é adotado em países como Canadá, Austrália, Groelândia, México, Nova Zelândia, Chile, Paraguai e Uruguai.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.