Depois de São Domingos e Faxinal dos Guedes, Ônibus Lilás chega a Ponte Serrada e Vargeão

Veículo circulando pelos municípios da ADR de Xanxerê tem o objetivo de combater a violência contra a mulher

Por Oeste Mais

18/06/2018 18h18 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O Ônibus Lilás, do Programa Mulher Viver Sem Violência, está circulando por alguns municípios de abrangência da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Xanxerê desde a última semana. A ação é realizada pela Coordenadoria da Mulher, vinculada à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, em parceria com a ADR e prefeituras.

 

Na última sexta-feira, dia 15, o ônibus esteve no município de São Domingos. No local, as mulheres acompanharam uma palestra sobre violências subjetivas, com a psicóloga Roselaine Turmina Negretti e a assistente social Cristiane Ansolin, responsáveis pelo atendimento às mulheres no município.

Mulheres de São Domingos participaram de ações na última sexta-feira (Foto: Juliana Cardoso/Divulgação)

Nesta segunda-feira, dia 18, as ações foram realizadas em Abelardo Luz. Os atendimentos ocorreram durante todo o dia. Já nesta terça-feira, dia 19, os serviços serão oferecidos para a população de Ponte Serrada. Vargeão receberá a unidade móvel na quarta-feira, dia 20.

 

Na quinta-feira, dia 21, os atendimentos ocorrerão no município de Lajeado Grande, somente no período da manhã. Já no período da tarde as ações serão realizadas em Marema. O cronograma será encerrado na sexta-feira, dia 22, à tarde, com o ônibus em Bom Jesus.

 

O programa

 

O Programa Mulher Viver Sem Violência tem o objetivo de orientar e informar as mulheres, principalmente das comunidades rurais do estado, sobre os direitos da mulher, debatendo assuntos sobre a violência doméstica. Ele ainda visa integrar e ampliar os serviços públicos existentes voltados às mulheres.

 

O Ônibus Lilás é um veículo estruturado com duas salas de atendimento para prestar orientações ao público feminino. As salas possuem divisórias para garantir um atendimento privativo e humanizado.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.