Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres entra em operação para atender região

Órgão sediado em Xanxerê dá cobertura para 20 municípios do Oeste de Santa Catarina

Por Oeste Mais

09/03/2018 22h24 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Cigerd foi inaugurado oficialmente nesta sexta-feira em Xanxerê (Foto: Divulgação)

O Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd) de Xanxerê entrou oficialmente em atividade nesta sexta-feira, dia 9, em uma cerimônia de inauguração durante a manhã.

 

A estrutura possui cerca de 160 metros quadrados e foi construída com nove módulos de ferro galvanizado. O Cigerd é autossuficiente, capaz de permanecer operando mesmo sem energia elétrica. Ele possui equipamentos modernos, sala de reunião e situação, garagem, depósito, banheiro e cozinha. O investimento é de R$ 853.082,57.

 

O projeto foi colocado em pratica graças a uma parceria entre a Secretaria de Estado da Defesa Civil e a Prefeitura de Xanxerê, que cedeu o terreno. Além do município, o órgão atende outras 19 cidades: Abelardo Luz, Bom Jesus, Coronel Martins, Entre Rios, Faxinal dos Guedes, Galvão, Ipuaçu, Jupiá, Lajeado Grande, Marema, Novo Horizonte, Ouro Verde, Passos Maia, Ponte Serrada, São Bernardino, São Domingos, São Lourenço do Oeste, Vargeão e Xaxim.

 

Rede de proteção

 

O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Morateli, esteve na inauguração e explicou que a entrega do projeto representa uma resposta mais rápida para a população da região. "Logo todos os Cigerds serão entregues e o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres de Florianópolis finalizado, assim uma verdadeira rede de proteção e defesa civil estará à disposição dos catarinenses", comentou.

Cigerd oferece cobertura para 20 municípios do Oeste de Santa Catarina (Foto: Divulgação)

Para o coordenador regional de Defesa Civil, Luciano Peri, o centro regional busca justamente integrar os órgãos envolvidos na Defesa Civil e aproximar a Secretaria de Estado da Defesa Civil dos municípios abrangentes. "Com isso podemos melhorar e preparar as cidades para o enfrentamento das situações de crise", disse.

 

O Cigerd é parte de um projeto inovador onde referências internacionais em funcionalidade foram utilizadas para praticidade na construção de uma defesa civil assertiva. Para a elaboração do conceito foram utilizadas referências adquiridas através de trocas de experiências com outros países, a exemplo do Japão.

 

A secretaria de Estado da Defesa Civil está implantando ao todo 20 centros do mesmo modelo, estrategicamente distribuídos no estado. Todos serão interligados com a base em Florianópolis, facilitando a gestão da crise e possibilitando uma resposta rápida ao cidadão.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.