Empresa que reconstruirá ginásio atingido por tornado acerta detalhes para iniciar obra

Previsão é que empresa se instale no município a partir da próxima semana

Por Oeste Mais

18/01/2017 09h35 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Reunião entre representantes de empresa que reconstruirá ginásio e equipe da Prefeitura de Xanxerê (Foto: Divulgação)

Representantes das duas empresas que formaram um consórcio para executar a obra de construção no Ginásio Ivo Sguissardi participaram de uma reunião nesta terça-feira, dia 17, no gabinete do prefeito Avelino Menegolla. O ginásio foi destruído pelo tornado que atingiu o município há quase dois anos.

 

Os projetos com liberações de alvarás passam por aprovações e a empresa deve se instalar no município a partir da próxima semana, segundo informou a assessoria de comunicação da Prefeitura. Também participaram do encontro desta terça os responsáveis pelas Secretarias de Obras e Administração e Finanças, Rivael Freschi e Jader Danielli, respectivamente.

 

A ordem de serviço foi assinada no dia 6 de dezembro de 2016. A previsão é que neste mês de janeiro as empresas Paloma Construção, de Chapecó, e Construtora Sganzerla, de Irani, iniciem as obras. O prazo de entrega é de dez a 12 meses.

 

Rivael explica que os representantes das empresas informaram ao prefeito como estão os encaminhamentos referentes às liberações dos projetos, de alvará junto à engenharia da Prefeitura de Xanxerê e ao Corpo de Bombeiros. “Falta apenas adequar os projetos, em relação a saídas de emergências, por exemplo, mas os encaminhamentos estão sendo realizados”, garante.

 

O prefeito Avelino Menegolla destacou a importância da obra para o município, principalmente pela forma com que o ginásio foi destruído. Segundo ele, a reconstrução vai representar um importante momento para Xanxerê e o esporte.

 

Obra

 

O Ministério da Integração Nacional liberou R$ 3,7 milhões para a construção do novo ginásio. A nova estrutura terá 3.774.33 metros quadrado, capacidade para duas mil pessoas, quatro banheiros e quatro vestiários, além de cozinha, administração, bilheteria, elevador, duas escadas, praça de alimentação, palco e cabine de transmissão para rádios. A quadra, de 20x40m, será polivalente, com espaços para as modalidades de basquete, vôlei e futsal.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.