Missa de corpo presente marca despedida de padre Augusto Dalló

Religioso foi sepultado na tarde desta segunda-feira após falecer em Vargeão

Por Oeste Mais

21/03/2016 16h27 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Missa de despedida antecedeu sepultamento do padre Augusto Dalló em Vargeão (Fotos: Giovani Wilmsen/Divulgação)

Fiéis e párocos de municípios da região participaram na tarde desta segunda-feira, dia 21, da missa de despedida do padre Augusto Dalló, que faleceu no domingo, dia 20, em Vargeão. O prefeito do município, Amarildo Paglia, decretou luto oficial de três dias.

 

Nascido no dia 26 de julho de 1932, o pároco morreu aos 83 anos de idade, na própria residência, em decorrência de um problema de saúde que enfrentava há anos. O corpo foi velado na Igreja Matriz São Pedro Apóstolo de Vargeão, com o sepultamento ocorrendo no cemitério do município.

 

Augusto recebeu o diaconato e foi ordenado sacerdote em 1986, no município de Faxinal dos Guedes, passando a exercer algumas atividades espirituais em Vargeão, onde se estabeleceu definitivamente em fevereiro de 1990 para exercer o sacerdócio. Ele permaneceu como administrador paroquial até fevereiro de 2003.

 

Durante os últimos anos, o padre só realizava missas a pedido, em ocasiões especiais. Augusto prestava atendimento terapêutico, psicológico, atuava na medicina natural e era especialista em iridologia, parapsicologia e fitoterapia, realizando incontáveis atendimentos ao longo da vida.

 

Pelo luto oficial de três dias, o município de Vargeão vai manter as bandeiras a meio mastro em todas as repartições públicas. Demonstrações de consternação também partiram de diversos órgãos e setores da região, onde o religioso era bastante querido.










COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.